22/11/2021 13:36:34
Guerrilla afirma que Horizon Forbidden West terá um mundo vivo
Estúdio se focou nos detalhes e animações para que cada tribo fosse única.
PS5PS4


Horizon Forbidden West promete ser um dos grandes lançamentos de 2022. Colocando a protagonista Aloy em uma nova jornada, o jogo promete trazer diversas melhorias e novidades para a franquia.

A desenvolvedora Guerrilla Games aproveitou hoje para falar de um dos aspectos mais importantes do jogo: seu mundo. O mapa de Horizon Forbidden West é repleto de ruínas antigas, máquinas mortíferas e muitos segredos.

Para criar um mapa cheio de atividades, mas que não seja cansativo para os jogadores como acontece com muitos jogos do gênero hoje em dia, a Guerrilla se esforçou para criar um mundo que parecesse realmente vivo, onde cada coisa tem seu devido lugar.

Espen Sogn, Designer de Mundo da Guerrilla, comentou:

Quando você caminha pelo Oeste Proibido, tudo deve parecer que pertence a esse lugar. A equipe de design de mundo da Guerrilla trabalhou em aspectos do jogo que fazem o mundo parecer autêntico e vivo: as tribos, os assentamentos e as pessoas dentro deles. Há uma intenção por trás de tudo que colocamos no mundo.

Cada uma das tribos presentes no mundo foi cuidadosamente criada, desde os conflitos que enfrentam até a forma como interagem com o mundo.

Veja os Tenakth, por exemplo. Muitas de suas crenças são influenciadas pelas antigas ruínas do Oeste Proibido e, ao contrário de outras tribos, elas são compostas por três clãs distintos. Sua história compartilhada, convicções, disputas - tudo isso é importante para desenvolver os personagens que Aloy encontrará em sua jornada.

Para diferenciar uma tribo da outra, a Guerrilla se focou nos detalhes, como animações e comportamentos. Usando os Tenakth como exemplo, eles são guerreiros e na grande maioria jovens, então ao andar pela tribo você verá eles treinando. Como eles residem em uma ruína antiga, eles também acabaram pegando costumes do Mundo Antigo, como uma saudação militar.

Annie Kitain, escritora da Guerrilla, comentou:

Nosso objetivo é garantir que os NPCs se sintam conectados ao local onde vivem, e trabalhamos em colaboração com outras equipes internas, como Narrativa, Quest e Ambiente, para garantir que cada local pareça autêntico.

Graças ao sistema de multidão da Guerrilla, os desenvolvedores conseguiram criar regras específicas para os NPCs, como reações, trajetos e até mesmo animações. Já o sistema de atitude ajuda a determinar a personalidade dos NPCs.

Estamos constantemente adicionando camadas de autenticidade no mundo por meio de animações e comportamentos. Quando os membros de uma tribo estão em seus assentamentos, seus espaços seguros, eles podem agir como eles próprios. Os Oseram são uma tribo social e historicamente patriarcal, então suas animações são mais sobre socos no ombro e high fives. Os Utaru, por outro lado, são relaxados, então eles geralmente se sentam juntos e são um pouco mais sensíveis. Conforme o jogador se move, essas são dicas subconscientes em potencial que irão ajudá-lo a visualizar onde você está no mundo.
A Guerrilla também apresentou um dos principais locais que Aloy irá visitar em sua jornada, Minéria. Um local abundante em recursos naturais, essa será uma das primeiras paradas que os jogadores farão na história.

Para os desenvolvedores, Minéria foi um lugar onde eles puderam aproveitar para demonstrar os novos sistemas novos, tornando um lugar extremamente vivo e abundante em vida.

Antes você via uma pessoa em pé em frente a uma forja. Agora veremos o indivíduo interagindo com o que está ao redor: ele vai mover materiais, se apoiar nas paredes, beber de recipientes, falar com amigos e praticar ações do dia a dia. Os personagens se movem e existem com um propósito.

O sistema de equipamentos também recebeu diversas melhorias. Agora as armas possuem vantagens adicionais, além de o jogo permitir que a Aloy carregue até seis armas diferentes ao mesmo tempo, sem contar sua lança.

Suas armaduras irão oferecer proteção contra os diferentes tipos de danos existentes no jogo, além de contarem com bônus com base nas perícias desbloqueadas na Árvore de Habilidades.

Outra novidade são as bancadas espalhadas pelo mundo. Utilizando peças de máquinas, Aloy poderá melhorar suas armas e trajes, os fortalecendo para a jornada que virá pela frente.

Por fim, os desenvolvedores afirmam que trabalharam duro no jogo para entregar um mundo extremamente vivo e esperam que os jogadores se divirtam com o jogo quando ele for lançado.

Estamos muito orgulhosos do que realizamos juntos. Esperamos que o mundo esteja mais real e cheio de vida do que nunca para nossos jogadores. A vida diária de nossos personagens ficou cheia de detalhes, como grupos de pessoas conversando em uma esquina ou clientes animados no bar que começam a cantar. Você poderá ver crianças brincando na rua ou brigando com o guarda da cidade. [...] Há tantos sistemas novos e interessantes para tornar essa aventura mais imersiva, que só podemos esperar que todos amem o jogo do início ao fim.

Horizon Forbidden West será lançado em 18 de fevereiro de 2022 para PlayStation 4 e PlayStation 5.

FONTE: PLAYSTATION

Visualizações: 36
Curta a página da Game Overx no Facebook.


Noticias relacionadas!
Ultimas noticias!
Noticias relacionadas!
Ultimas noticias!
Comentários (0)
Precisa estar logado para fazer comentários

| Esqueceu a senha?


Feito a mão, mais feito com
Game Overx 2020 © 2021